O que são hemorroidas?

Hemorroidas são basicamente tecidos ou vasos sanguíneos no reto que protegem o canal anal. O que chamamos de hemorroidas é na verdade a doença hemorroidária, que é a dilatação desses vasos que podem inflamar ou ter hemorragia.

As hemorróidas externas estão localizadas sob a pele em torno do ânus. Hemorróidas internas desenvolvem no reto inferior. Hemorróidas internas podem se projetar para o ânus. Alguns casos de hemorroidas são permanentes e exigem tratamento.

Quais são os sintomas de hemorroidas?

O sintoma mais comum das hemorroidas internas é sangue vermelho brilhante na região anal, no papel higiênico ou no vaso depois de ter ido ao banheiro. Hemorroidas inflamadas também causam dor, desconforto, inchaço e coçeira na região anal.

hemorroidas externas podem formar coágulos sanguíneos. Um coágulo de sangue em uma veia é chamado de trombose. Hemorroidas externas ‘trombosada’ causa sangramento, inchaço doloroso e/ou um caroço em torno do ânus. Quando o coágulo de sangue se dissolve, sobra uma pele. Esta pele pode ficar irritada ou dar coceira.

Importante dizer que hemorroida não é prejudicial à saúde nem é considerado um problema sério. Os sintomas geralmente desaparecem dentro de alguns dias se forem apropriadamente tratada.

hemorroida

Quem pode ter hemorroidas?

Cerca de 75 por cento das pessoas terão hemorroida em algum momento de suas vidas. Hemorroida é mais comum entre a idade adulta, de 45 a 65 anos*. Hemorroida também é muito comum em mulheres grávidas e pessoas que trabalham muito tempo sentadas**.

*H. Baker hemorroida. In: Longe JL, ed. Gale Enciclopedia de medicina. 3a ed. Detroit: Gale; 2006: 1766–1769.

**Chong PS, Bartolo DCC. Hemorroidas e fissura no ânus. Gastroenterologia clínicas da América do Norte. 2008; 37:627–644.

O que causa hemorroidas?

Inchaço nas veias retais ou anal causa hemorroida. Vários fatores podem causar este inchaço, incluindo:

  • constipação crônica ou diarréia

  • esforço excessivo ao evacuar

  • sentar-se no toalete por longos períodos de tempo

  • falta de fibras na dieta

Outra causa de hemorroida é o enfraquecimento do tecido conjuntivo no reto e ânus que ocorre com a idade.

Gravidez pode causar hemorroida porque aumenta a pressão no abdômen, que pode ampliar as veias no reto e ânus. Para a maioria das mulheres, hemorroidas causadas pela gravidez desaparecem após o parto, mas pode sumir assim que aparecer se tratada adequadamente.

Diagnóstico - Como são diagnosticadas as hemorroidas?

O médico irá examinar o ânus e reto para determinar se a pessoa tem hemorroida. Os sintomas são semelhantes aos sintomas de outros problemas de anoretal, tais como fissuras, abscessos, verrugas e pólipos.

O médico irá realizar um exame físico para procurar hemorroidas visíveis. Um exame retal digital com uma luva lubrificada e um anoscópio — um tubo oco, iluminado — podem ser realizados para mostrar o reto.

Exames adicionais podem ser feitos para descartar outras causas de sangramento, especialmente em pessoas com 40 anos ou mais:

  • Colonoscopia. Um tubo flexível e iluminado, chamado de colonoscópio passa pelo ânus, reto e pela parte superior do intestino grosso, chamado o cólon. O colonoscópio transmite imagens do interior do reto e cólon inteiro.

  • Sigmoidoscopia. Esse procedimento é semelhante a colonoscopia, mas usa um curto tubo chamado um sigmoidoscópio e transmite imagens do reto e sigmóide, na parte inferior do cólon.

  • Raio X com enema de bário. Um material de contraste chamado bário é inserido no cólon para tornar o cólon mais visível em imagens de raios-x.

Tratamento das hemorroidas - Como são tratadas as hemorroidas?

Tratamentos caseiros (tratamentos naturais)

Mudanças de dieta e estilo de vida simples muitas vezes reduzem o inchaço da hemorroida e aliviam os sintomas. Comer alimentos ricos em fibra produz fezes mais suaves e mais fáceis de passar pelo intestino e reto, reduzindo a pressão.

Em média, os brasileiros comem cerca de 14 gramas de fibra por dia. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda 25 gramas de fibra por dia para mulheres e 38 gramas de fibra por dia para homens.
Outras mudanças que podem ajudar a aliviar os sintomas de hemorróida incluem

  • Beber 2 litros de água ou outros líquidos por dia;

  • Sentar em uma banheira de água quente por 10 minutos várias vezes ao dia;

  • Exercício para prevenir a constipação;

  • Não fazer muita força ao evacuar.

Supositórios e pomadas podem aliviar temporariamente a dor e coceira. Porém, estes tratamentos só devem ser usados para um curto período de tempo, porque o uso a longo prazo pode danificar a pele.

Se você procura uma solução rápida e permanente, conheça meu tratamento para hemorroidas natural que dura apenas dois dias clicando aqui.

Tratamento médico

O tratamento de pacientes pode ser executado em um consultório médico ou hospital. Os tratamentos para hemorroidas internas incluem o seguinte:

  • Ligadura elástica. O médico coloca um elástico especial ao redor da base da hemorróida. A banda corta a circulação, causando encolhimento da hemorróida. Este procedimento deve ser executado apenas por um médico.  

  • Coagulação com infravermelho. O médico usa o calor para encolher o tecido da hemorroida.

  • Hemorroidectomia. É a cirurgia para remoção das hemorroidas. É o tratamento mais radical e muitas vezes não resolve o problema de inflamação das veias.

Cristina Peres é uma pesquisadora sobre o assunto e escreveu o livro Tratamento Para Hemorroidas Definitivo Em 2 Dias. Descubra como tratar suas hemorroidas completamente clicando aqui.

 

 

Saiba Mais Sobre Meu Tratamento

 

Menu

Hemorroidas (Início)

Tratamento Natural

Cirurgia para Hemorroidas

Tipos de Cirurgia

Imagens de Hemorroidas

 

 

 
 


©Copyright hemorroidas-tratamento.com 2008-2012.
Todo material é protegido pela lei federal dos direitos autorais.

AVISO LEGAL: O material fornecido neste website serve apenas para propósitos educacionais.
Nenhuma informação pode ser tratada como substituta de um diagnóstico ou tratamento médico apropriado.
Você está aconselhado a seguir completamente as instruções do seu médico.
Ao visitar este site você concorda com nosso aviso legal.
_